Feeds:
Posts
Comentários

Archive for outubro \25\UTC 2007

Alguma profecia

Prepara-te a tempo
de ver
o que haverá
de ser
do poeta que não
é.

De olhos secos
sorriso a espreitar
entre os lábios
poucos
coração convulso
sob o chapéu
forjado em reverência

O poeta é aquele monte

Semblante de neve
alma de lava
em gruta de infinitas
frestas.

Que dorme
em tensa paz
eterno e farto de latente
dor.

Anúncios

Read Full Post »

Estuário

Morre-se sempre e sem sentir-se
a carne sem saúde
a alma sem sentido
morre-se amiúde

Como se morre nuvem
ou duna
feito onda
numa vertigem de espuma

Sepulcro e manjedoura
são
num mesmo abraço
os mesmos grãos de espaço

Assim como é
o mar
útero de luz e dia

E tumba e bálsamo
dos rios.

Read Full Post »

dsc05455.JPG

Mente tropical
anseios revoltos em tormenta
cria-em-ativa-idade cerebral
tempestade sedenta
de centelha em espiral
fervilha, esquenta
expande
Pensa grande.

TropicalMente
sob trovões e tremores
fervilham pensamentos
o calor, um caça-ventos
alimenta o turbilhão
rebenta o furacão
que se expande
Pensa grande.

GrandeMente tropical
entre a cruz e a serpente
pela linha umbilical
ergue-se imponente
como um Vesúvio, um vulcão
em transe, erupção
idéias em brasa

panacéias, asas.

Tropicalmente grande
quase equatorialmente maior
mentes sanas, insanas, ciganas
Mente grande, inteligente
mente muito, convincente
a verdade é aquilo que tem tudo pra ser verdade
é produto da mente grande que mente muito
é réu inocente até que se prove o contrário.
 

Mas a mente tropicalmente pensante
é também grande até que se prove o contrário
irrequieta, borbulhante, motor sem páreo
assim tropical, assim dançante
singularmente tempestuosa
grandemente persistente
que tropicAllsente
salvo quando tropicausente.

Read Full Post »

O beijo

cinz02a.jpg

Tu foste todo sombra noite a dentro
pairavas e tragavas e tossias
por entre mãos de fumo tão vazias
é em ti, somente em ti, que me concentro

À grande custa, à força bruta, adentro
a tua fortaleza, carnes frias
e sinto exatamente o que sentias:
em tua alma o amor foge do centro

Como quem quer livrar-se de uma pena
e nesse vão delírio traiçoeiro
é a si – mas não somente – que condena

Depois tu vais embora sorrateiro
e a única ternura dessa cena
é o beijo no cigarro no cinzeiro.

C. Y.
01/2007

Read Full Post »

“Uma pessoa só pode ser realmente feliz se enxergar sua propria vida como um serviço e tiver um objetivo definido para além de si mesma e de sua felicidade pessoal.”

 Liév Tolstói

Read Full Post »